Fototerapia

fototerapia dra telma giordani

A fototerapia é um tratamento capilar, realizado por meio de um aparelho chamado Higyalux®. A técnica utiliza a luz para estimular a oxigenação do couro cabeludo e o crescimento dos fios.

O que é fototerapia?

É um tratamento que usa fontes de luz para estimular a oxigenação do couro cabeludo, combatendo a calvície e a queda de cabelo. É um dos tratamentos capilares mais realizados do mundo.

Como funciona?

A fototerapia é realizada através de um aparelho chamado Higyalux®, que utiliza três comprimentos de luzes (vermelho, infravermelho e azul) que agem sobre o corpo, dependendo de cada finalidade. O aparelho realiza terapia fotodinâmica para fazer com que a luz e as substâncias químicas interajam, eliminando células malignas ou pré-malignas. Além disso, o Higyalux® também realiza bioestimulação, que é quando há interação da luz com as constituintes das células, provocando aumento da produção de colágeno e elastina.

Sessões

As sessões de fototerapia são extremamente simples e indolores. O tempo de cada sessão é definido pelo médico, de acordo com a área a ser tratada e os objetivos. O paciente fica em exposição à luz do aparelho, com os olhos protegidos por óculos especiais.

Indicações

A fototerapia é indicada nos casos de alopecias androgenéticas nos graus iniciais e intermediários, uma vez que o laser atua nas raízes de cabelos que ainda estão “vivas”.

É indicada também para pacientes que passaram por transplante capilar, para acelerar a cicatrização e auxiliar no crescimento dos fios.

Casos de perda de cabelo após parto, cirurgia, emagrecimento rápido e anemia também podem se beneficiar da fototerapia.

Benefícios da fototerapia

Além de estimular o crescimento dos cabelos e tratar a queda dos fios e a alopecia, a fototerapia é muito eficaz na eliminação de crostas em casos de transplantes capilares. Além disso é uma excelente coadjuvante no tratamento da dermatite seborreica do couro cabeludo, já que a ação anti-inflamatória do laser diminui o prurido e a oleosidade da região.

A fototerapia com LED também estimula os bulbos capilares, aumenta o metabolismo celular, proporciona nutrição celular para fortalecer os fios de cabelo, estimula o desenvolvimento de novos folículos capilares e aumenta a quantidade de cabelos, através do tratamento de inflamações provocadas por estresse ou envelhecimento celular.

Cuidados pós-sessão

A fototerapia não exige período de recuperação, portanto o paciente pode retomar as atividades cotidianas logo após as sessões. Não há efeitos colaterais em pacientes previamente avaliados pelo médico, e também não causa nenhuma dor ou desconforto.

Quem pode fazer fototerapia?

O tratamento pode ser realizado por homens e mulheres de qualquer idade, desde que sejam submetidos a uma avaliação médica.

Fototerapia em recém-nascidos

A fototerapia em recém-nascidos é um tratamento bastante realizado, e se for feito em ambiente apropriado e com orientação profissional, é totalmente seguro e com resultados bastante satisfatórios. A fototerapia em bebês serve para tratar casos de icterícia, causada pelo aumento de bilirrubinas no sangue, que deixam a pele amarelada. Essa condição é comum e pode ser causada por diversos fatores, desde aleitamento materno até doenças hepáticas. O tratamento consiste em deixar o bebê em um berço especial, com a pele totalmente exposta à luz (geralmente azul), durante alguns dias. Apenas os olhos do bebê são protegidos da luz, que penetra na pele estimulando a destruição das bilirrubinas e facilitando a sua eliminação através da bile. Assim, a cor amarelada da pele do bebê vai desaparecendo gradualmente.

Qual o valor da fototerapia?

Os valores são estipulados após uma avaliação, onde o médico irá avaliar o grau do problema, os objetivos e então estipular o número de sessões. Somente após uma minuciosa avaliação médica é que o valor pode ser determinado.

Open chat